Das fraquezas, sutilezas e desprendimentos.

Things that the heart understands. ❤

Não Perturbe!

O despertador tocou as 3h da manhã. A alma suspirou cansada, em qualquer canto, jogada – onde é mesmo que eu estou?

E começa a rotina sem rotina, põe o gel, 15 minutos, maquiagem, despertador, check-out, van, voo.

E repete, repete, repete. Casa cheia? Quanto tempo? Se balançar não vai dar, não. E entre pernas, tem chão? 3 horas. Saco! Antes fizesse 5 voos sem parar.

O lenço aperta, a meia-calça desfia, o sorriso afrouxa – que é isso? Não entorta, não. O grampo do coque puxado dói, a perna inchada, a pele seca. Bom dia, aceita fone? Fone? Fone? Fone?

Embarque, desembarque, van, hotel.

Duas camas – uma minha, outra da mala, companhia certa, sempre. Sem a mala, já não há sustentação.

Apresentação 5h30 – finalmente, horário de gente, tem 3 dias que meu boa noite é bom dia!

Alô. Final de semana? Seu aniversário? Rola não, tem voo…

Ver o post original 261 mais palavras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s