Catiorínea Elisa

Hoje faz 3 meses e 2 dias que adotamos a Elisa, já tínhamos muita vontade de ter um cachorrinho pra chamar de nosso, mas sempre fomos adiando por ser um responsabilidade grande, afinal gostamos de ter uma vida solta, e um cachorro é como cuidar de uma criança, você vai precisar voltar cedo para casa quando for sair à noite, vai ter que deixar com alguém com ela/ele se precisar passar o dia fora trabalhando ou se for viajar no fim de semana, além dos cuidados básicos com alimentação, vacinas e higiene.

Depois de todas essas desculpas que nós mesmos colocávamos para não ter um dog, a Elisa apareceu, próxima da nossa rua, desnutrida, desidratada, mal cuidada, abandonada e visivelmente doente, ela passava o dia inteiro debaixo de um carro vermelho pra fugir do sol, não tinha forças para se levantar e comer, era uma cena lamentável, nem interagir com outros cachorros ela fazia…

15072016-_dsc0133

Passou dois dias e não nos aguentamos, levamos alguns alimentos e água, mas ela não reagia, aí tivemos que tomar a decisão de levá-la com a gente, na mesma hora eu queria e não queria, no fundo era uma preocupação que eu não queria ter com um serzinho.

Decisão tomada, colocamos dentro de uma caixa (ela era tão pequena) e corremos para o veterinário, lá a conta saiu bem alta por causa da internação, pois ela tinha que cuidar da desnutrição que afetou seu fígado e desencadeou várias outras doenças, nada contagioso e por ela ser nova, tem mais ou menos 1 ano de idade as chances de vida aumentaram, claro, isso combinado à vários remédios e cuidados. A outra opção seria o sacrifício do animal, desabei né! Afinal quem pega um serzinho que começa a ter esperanças e leva direto pro sacrifício, sem nem tentar?

14082016-jua_1375

Os primeiros dias foram calmos e também preocupantes, ela tinha medo de tudo até quando passávamos perto dela, só não se escondia por que não tinha forças para isso…

Em seguida ela chegou a ter febre e ataques alérgicos, ainda estamos cuidando de tudo isso, hoje ela está 70% melhor do que quando a encontramos, dá vontade de colocar ela para adoção? Não, por que sinto que ninguém vai cuidar dela melhor que a gente, entende?

E por que eu resolvi falar dela aqui no brôgui? Por quê no dia 4 de outubro foi o Dia do Cachorro e eu queria muito compartilhar com vocês que sim é possível resgatar um animalzinho e dar à ele uma esperança e qualidade de vida melhor, mesmo quando parece que não tem mais chance e por favor, não abandonem!

25092016-jua_2533

Diário de um Resgate

O diário da Elisa nasceu quando decidimos ficar com ela e lá colocamos um pouco do dia à dia dela, desde o início, a recuperação, os passeios, os amiguinhos e também as rações/remédios que ela já não precisa para ajudar outros dogs. Se você for de Manaus e precisar de alguma ajuda com alguns remédios pode contar com a gente! 😉

05102016-jua_4477

Ela é tão quieta que dá vontade de fazer vários mini books dela, deixa só ela se recuperar da alergia que vai ter muito post dela por aqui! ❤

05102016-jua_446905102016-jua_4480

Um comentário em “Catiorínea Elisa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s